Mais Noticias Locais

Saec informa que distribui água com controle de qualidade e 100% tratada.

Em Catanduva, todos os dias, profissionais analisam a água distribuída no município.

Publicada em 23/04/19 às 09:48h - 2153visualizações

por VOX FM


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: DIVULGAÇÃO)

Jornal "O Regional"

Em recente pesquisa nacional divulgada pelo Ministério da Saúde, o Estado de São Paulo foi o recordista em número de municípios com agrotóxicos na água. São mais de 500 cidades com esse problema, incluindo a Grande São Paulo, Guarulhos, São Bernardo do Campo, Santo André, Campinas, Ribeirão Preto Sorocaba e São José do Rio Preto.

Em Catanduva, todos os dias, profissionais analisam a água distribuída no município. As mesmas análises são confrontadas semestralmente por laboratório externo, acreditado pela ISO 17025, que ratifica os resultados.

De acordo com o biólogo Auro Silva Garcia Filho, os parâmetros químicos e microbiológicos, que aferem níveis de cloro, flúor, pH, bactérias e coliformes, incluindo agrotóxicos, são verificados com a frequência exigida pela Portaria de Consolidação nº 05/2017 (antiga Portaria 2.914/2011), do Ministério da Saúde.

Última aferição de laboratório externo, em junho do ano passado, aponta para valores menores que os limites mínimos de quantificação das análises, muito inferior ao máximo permitido pela portaria do Ministério da Saúde, o que representa praticamente a inexistência da substância na água.

As unidades de tratamento da Saec recebem visita diária dos operadores de saneamento, que realizam a reposição de cloro e flúor e verificam o funcionamento das bombas dosadoras de produtos químicos, bem como de suas tubulações. Caso seja notado algo que fuja da rotina, a situação é resolvida na mesma hora, a fim de não prejudicar o funcionamento do sistema e o tratamento da água.

“Retiramos, diariamente, amostras de água em todos os pontos, tanto de saída de tratamento como da rede de distribuição de cada sistema. Essas amostras são coletadas e analisadas no local e, posteriormente, enviadas para o laboratório”, explicou a técnica em Química Breila Matheus.

 Importante ressaltar, por fim, que a Saec responde ao Grupo de Vigilância do Estado e nunca foi notificada sobre níveis irregulares de agrotóxico, ou qualquer outra substância nociva, na água.

“Cada município tem seu próprio sistema de saneamento e, por isso, é importante avaliar cada caso antes de consumir água da torneira. Em Catanduva, a água distribuída tem qualidade excelente e índice de potabilidade exemplar”, reforçou o geólogo Aparecido Fonseca, chefe de Seção de Abastecimento e Distribuição de Água.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (17)9 9723-1013

Copyright (c) 2021 - VOX FM - SAUDADE É A NOSSA ESPECIALIDADE