Mais Noticias Locais

Educação estadual: alunos saem do ensino médio sabendo apenas o básico de matemática.

Outros 20% tiveram índice abaixo do básico, conforme mostra Saresp 2018.

Publicada em 23/02/19 às 12:10h - 1082visualizações

por VOX FM


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: DIVULGAÇÃO)
Cíntia Souza – Jornal “O Regional”

80% - é esse o percentual de alunos da rede estadual em Catanduva que entram na faculdade sabendo apenas o básico de matemática. Os dados que mostram isso vem do resultado da avaliação do ensino médio no Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo (Saresp) 2018 que foi divulgado recentemente. Se 80% sabe apenas o básico, pior sáo os outros 20%, que tiveram índice abaixo do básico.

A meta era de 350 pontos. A escola que mais se aproximou desse número em Catanduva, foi a Antonio Maximiano Rodrigues, com 322. Na sequência, veio a Nestor Sampaio Bittencourt, com 309 pontos. 

Já os menores índices foram registrados nas escolas Cleomério José Campi e Joaquim Alves Figueiredo, que ficaram abaixo do básico, com índice de 264, bem distante da meta prevista para 2018.

Quando são analisados os estudantes do nono ano do ensino fundamental, oito escolas fizeram parte da avaliação. Todas não chegaram a meta que era de 300 pontos. Com isso, tiveram índice considerado básico, ou seja, os alunos sabem apenas fazer soma, subtração, multiplicação e divisão. 

A escola que mais se aproximou do resultado esperado no nono ano foi a Nicola Mastrocola com 290 pontos, seguida da Antonio Maximiano Rodrigues com 280 pontos. Por outro lado, entre os desempenhos mais distantes do ideal, estão as escolas Barão do Rio Branco (243 pontos), seguido da Cleomério José Campi com 245 pontos. 

Abaixo, as notas das escolas de Catanduva em Matemática no Saresp. Meta para o Terceiro ano do ensino médio era 350, e para o Nono ano do Fundamental era 300.

Alfredo Minervino: 
Terceiro ano = 284.  Nono ano = 252.

Antonio Maximiano Rodrigues:
Terceiro ano = 322. Nono ano = 288.

Barão do Rio Branco
Terceiro ano = 276. Nono ano = 243.

Cleomério José Campi 
Terceiro ano = 264. Nono ano = 245.

Dinorah Silveira Borges 
Terceiro ano = 277. 

Joaquim Alves Figueiredo 
Terceiro ano = 264. Nono ano = 262.

Nestor Sampaio Bittencourt 
Terceiro ano = 309.

Nicola Mastrocola 
Terceiro ano = 303. Nono ano = 290.

Paulo de Lima
Terceiro ano = 288. Nono ano = 277.

Vitorino Pereira
Terceiro ano = 274. Nono ano = 242.


PORTUGUÊS
Há poucos dias, publicamos que as crianças estão saindo do ensino fundamental sabendo apenas o básico em língua portuguesa. A constatação foi feita também através do resultado do Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo (Saresp) 2018. Apenas uma instituição estadual de Catanduva teve nível adequado nessa disciplina. Oito escolas fizeram parte da avaliação.

A meta do governo do estado foi de 275 pontos para os alunos do nono ano do ensino fundamental. A pontuação foi superada apenas pela escola Paulo de Lima, que chegou a 277. Apesar disso, não bateu a meta prevista pelo Ministério da Educação, que era de 300, para o nono ano do ensino fundamental. Por outro lado, o menor índice constatado foi de 235 pontos, visto nas escolas Professor Vitorino Pereira e Barão do Rio Branco. 
Quando o assunto é o ensino médio, 80% dos alunos vão para a faculdade ainda sabendo só o básico em português. Apenas as escolas Antonio Maximiano Rodrigues e Nestor Sampaio bateram a meta, e consequentemente, tiveram índice adequado. Foram 301 e 304 pontos respectivamente. A meta era 300 na avaliação realizada no ano passado. O menor índice foi o visto na escola Cleomério José Campi com 258 pontos no terceiro ano do ensino médio.



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (17)9 9723-1013

Copyright (c) 2021 - VOX FM - SAUDADE É A NOSSA ESPECIALIDADE