Terça-feira, 19 de Março de 2019
VOX ENTRETENIMENTO

Faça uma viagem pelo passado neste dia 14 de março.

Os 140 anos do nascimento de um dos maiores gênios da história. A condenação à morte de quem matou o assassino de Keneddy. Falando em presidente que morreu, viajaremos até 1.985 para relembrar Tancredo Neves.

Publicada em 14/03/19 às 07:28h - 1605 visualizações

por VOX FM


Compartilhe
   

Link da Notícia:



Albert Einstein, um dos maiores cientistas da história. Por razões políticas, ele acaba renunciando à sua nacionalidade alemã e migrando para os EUA, onde ocupou o cargo de professor de Teoria da Física na Universidade de Princeton. Ah! Sabe aquela foto dele mostrando a língua? Ela faz aniversário hoje também. Foi tirada no dia 14 de março de 1.951, portanto há 68 anos, quando Einstein comemorava 72 anos. Um fotógrafo pediu que ele sorrisse para sair bem no retrato, ele fez aquela cara e criou uma das imagens mais conhecidas da história da humanidade. Ele morreria cerca de 3 anos depois da foto, em 1.955. Relembramos hoje o nascimento de Albert Einstein, em 14 de março de 1.879, na Alemanha, há exatos 140 anos.


Sabe quem era Jack Leon Ruby? Ele era empresário da noite e uma figura conhecida das quadrilhas norte-americanas. Mas ficou para história por ter assassinado o assassino do Presidente dos EUA, John Kennedy, Lee Harvey Oswald. Sabe que existe toda essa interrogação a respeito da morte de Keneddy por que Oswald, o único acusado pelo crime, negava. Dois dias depois do assassinato do presidente, enquanto era transferido sob custódia policial da cadeia municipal para a cadeia estadual, Oswald foi baleado e morto por Jack Ruby. Foi o primeiro assassinato transmitido ao vivo na História. Jack alegou razões passionais para cometer o crime, e diz que pensou que seria visto como herói nacional. Jack Ruby morreu de câncer em 1.967, enquanto esperar por um novo julgamento, por que em 14 de março de 1.964, um tribunal de Dallas declarava Ruby culpado pelo assassinato de Oswald, sendo condenado à morte. Há 55 anos.

 
Primeiro civil eleito após 21 anos de regime militar no Brasil, o mineiro Tancredo de Almeida Neves deveria assumir a Presidência da República em 15 de março de 1.985. A festa da posse estava pronta, mas não aconteceu. O presidente eleito foi internado às pressas em Brasília, e até o anúncio da morte, em 21 de abril, Tancredo seria submetido a sete cirurgias. Sua internação acontecia em um dia como hoje, ou seja, na véspera de tomar posse, após participar de uma missa, celebrada em sua homenagem, há 34 anos.



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário






Nosso Whatsapp

 (17)9 9723-1013

Visitas: 327752
Usuários Online: 53
Copyright (c) 2019 - VOX FM - SAUDADE É A NOSSA ESPECIALIDADE