Segunda-feira, 09 de Dezembro de 2019
Noticias Locais

Dengue: 12 novos casos de uma só vez alertam para combate ao mosquito transmissor.

Uma constatação: as vítimas estçao em bairros com maior concentração de larvas segundo Levantamento do Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa) deste mês.

Publicada em 21/10/19 às 09:02h - 38 visualizações

por VOX FM


Compartilhe
   

Link da Notícia:

DIVULGAÇÃO  (Foto: VOX FM)

E lá vem a dengue!!! Estão falando já desde a diminuição dos casos, com o tempo seco do inverno, que a preocupação existia para o fim do ano e para o começo do ano que vem, de novo. 

Balanço epidemiológico aponta para 12 novos casos positivos de dengue, de uma só vez, em Catanduva. A partir dos diagnósticos, a Secretaria Municipal de Saúde faz uma constatação: as vítimas adoeceram em bairros com maior concentração de larvas. O apontamento leva em conta o Levantamento do Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa) deste mês, conforme divulgamos na Vox. 

Nessa remessa de exames, houve confirmações de casos de dengue no Parque Iracema, Vila Soto, Solo Sagrado, São Francisco, Parque Flamingo, Bom Pastor, Eldorado e Pachá. Os bairros com vítimas de dengue aparecem no levantamento com índices que chegam a 4,47% de infestação larvária. O aceitável pela Organização Mundial de Saúde é de 1%. 

O panorama foi apresentado na reunião mensal da Sala de Situação, que monitora o avanço do Aedes na cidade, na manhã da última quinta-feira (17/10). A partir dos dados coletados, a EMCAa (Equipe Municipal de Combate ao Aedes aegipti) vai direcionar ações de combate ao mosquito nessas regiões. 

Diante do cenário, a secretaria alerta a população para os riscos da doença e pede a colaboração de todos na eliminação de criadouros. Além disso, a pasta reforça a importância de que os munícipes recebam os agentes de endemias em suas casas para as devidas vistorias.

Em entrevista concedida para a VOX em julho, o secretário de saúde de Catanduva, Ronaldo Carlos Gonçalves Júnior, alertava para a possibilidade do retorno de casos de dengue tão logo as condições climáticas fossem mais propícias.

Dados atualizados de dengue apontam para 2.464 casos positivos de dengue, desde o começo do ano. Outros 67 exames estão em investigação.


LIRAa
Na média, Catanduva apresentou índice larvário de 1,6%. Conforme citado acima, segundo parâmetro da Organização Mundial de Saúde (OMS), o aceitável é 1%. 

A região com maior incidência de criadouros foi a chamada área 3, que inclui Jardim Soto, Jardim dos Coqueiros, Parque Iracema, Santa Helena, Monte Líbano, Jardim Alpino, Jardim Oriental e Parque Ipiranga. Nessa área o índice chega a 4,47%.

Na área 4, onde o índice de larvas do Aedes chega a 1,33%,  estão Higienópolis, Centro, Jardim Brasil e Vila Rodrigues. 

Áreas 5 (0,69%), e, 1 e 2 (0,67%), ficaram abaixo do limite fixado pela OMS. 

No levantamento anterior, o índice foi de 0,9%, apurado em julho deste ano. Na ocasião, foi realizada a Avaliação de Densidade Larvária (ADL), que se utiliza da mesma metodologia de apuração que o LIRAa.

 A Secretaria Municipal de Saúde alerta que o aumento dos índices já era esperado devido ao início do período das chuvas, criando um ambiente propício à maior reprodução do mosquito. 

A secretaria de saúde alerta que é primordial a inspeção, pelo menos uma vez por semana, por parte dos munícipes, em seus imóveis, retirando quaisquer tipos de materiais que possam acumular água, e assim, servir de criadouro para o mosquito da dengue.

Dentre os principais criadouros encontrados nesta amostragem aparecem bebedouros de consumo animal, materiais recicláveis, pratos de planta e ralos internos e externos das residências vistoriadas.

O setor mantém o Disk Dengue, 3521-4087, para agendamentos de vistorias e denúncias pertinentes quanto ao assunto.



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (17)9 9723-1013

Visitas: 540389
Usuários Online: 43
Copyright (c) 2019 - VOX FM - SAUDADE É A NOSSA ESPECIALIDADE