Segunda-feira, 17 de Dezembro de 2018
Noticias Locais

Com aditamento, reforma da rodoviária ficará R$ 19,4 mil mais cara.

O valor é referente a instalação de cobertura externa e revitalização de fachada.

Publicada em 06/12/18 às 07:25h - 559 visualizações

por VOX FM


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: DIVULGAÇÃO)
Cíntia Souza - Jornal "O Regional"

Com aditamento, a reforma do Terminal Rodoviário “João Caparroz” ficará R$ 19,4 mil mais cara. O valor é referente a instalação de cobertura externa e revitalização de fachada. 

A obra de reforma da rodoviária teve início em julho de 2015, e o investimento inicial foi de R$ 1,15 milhão. Com o passar do tempo, contrato teve aditivo de R$ 350 mil de itens que não estavam previstos inicialmente. 

O mais recente aditamento foi publicado na edição da última terça-feira (4) do Diário Oficial do Município. “O Município de Catanduva, representado pelo seu Prefeito, Afonso Macchione Neto, junto a Secretaria Municipal de Trânsito, representada por Nilton Marto Vieira da Cruz, e de outro lado a empresa Light Brasil Construções e Serviços Eirelime, resolvem aditar o valor do contrato, referente ao pregão presencial n.º 98/2018 - contratação de pessoa jurídica para instalação de cobertura externa e revitalização da fachada do Terminal Rodoviário ‘João Caparroz’, por 90 dias”, consta na publicação.

O período seria referente a 1º de setembro a 29 de novembro. 

Até o final do mês passado a obra estava parada porque a prefeitura aguardava a liberação da última parcela firmada, por meio de convênio com o Governo do Estado, para pagar a construtora contratada para então concluir a reforma. O ajuste no valor do contrato ficou 11,30% maior.  “Perfazendo a quantia de R$ 19.440,00”, complementa na publicação.
A expectativa é de que a obra em todo terminal seja concluída em janeiro de 2019. 

Recentemente, a prefeitura informou por meio de nota que “a obra do Terminal Rodoviário João Caparroz tem convênio com o Governo do Estado, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem (DER). Sendo assim, existem trâmites que impactam no andamento dos serviços em razão de prestações de contas parciais”, informava. Na ocasião, nossa reportagem esteve no local e nenhum funcionário estava trabalhando.

Entre os motivos apontados para a demora na conclusão dos serviços estariam entraves que refletiram no andamento da obra. “A exemplo da necessidade de medida judicial para desocupação de alguns boxes, a execução da reforma com a rodoviária em funcionamento e a intervenção em pontos inicialmente não previstos - uma vez que toda reforma pode ter eventuais surpresas de adaptações e reconstruções inesperadas”, justificou.



Deixe seu comentário!

ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.







Nosso Whatsapp

 (17)9 9723-1013

Visitas: 227242
Usuários Online: 21
Copyright (c) 2018 - VOX FM - SAUDADE É A NOSSA ESPECIALIDADE